Not logged in | Sign In
beta

origens – como tudo começa…

  • Hub: Portugal
  • Topics: Ambiente natural, Artes, Conhecimento e aprendizado, Construir meio ambiente, Cultura e sociedade, Energia, Reconomia

O Projeto “origens – como tudo começa…”, parte de uma iniciativa privada, numa área de terreno com cerca de 9 ha, localizados na Freguesia de Orgens em Viseu.

Orgens é uma freguesia periurbana, muito próxima do centro da cidade, mas que encerra em si um ecossistema único, de elevado valor ambiental e patrimonial.

Este projeto teve como primeiro impulsionador Humberto Mendes, licenciado em Ciências da Arquitectura, um ativista local das questões sociais e ambientais. Anteriormente, estudou o território do Parque Natural de Montesinho, as suas aldeias e gentes, e o seu passado de organização comunitária.

Desde esse período, há mais de 10 anos, num trabalho conjunto e esforço familiar, temos tentado criar condições para que seja possível, a criação de uma comunidade, num género de partilha coletiva, num conceito de pesquisa, de reflexão e debate para que sejam propostas e colocadas em prática “novas” (provavelmente ancestrais) formas de nos relacionarmos enquanto espécie e entre espécies, num ecossistema local de características próprias.

Essa comunidade, parte de princípios como partilha, democracia participativa, agroecologia, agrofloresta, conservação e regeneração de ecossistemas, em total respeito pela nossa Mãe Terra.

Não é este um projeto fácil, nem o seu caminho é curto, num mundo acelerado e concentrado noutras formas de vida e de estar, ainda para mais a ser proposto numa área tão próxima e apetecível do ponto de vista urbanístico. Estamos em crer que com a vontade coletiva e com o trabalho efetuado, sensibilização e aumento da área de intervenção, a manutenção dessa área estará consideravelmente em menor risco de ser afetada.

Este projeto que visa o desenvolvimento sustentável em todas as suas vertentes, começou a ser desenhado por um pequeno grupo de pessoas de várias sensibilidades, de áreas científicas e técnicas diferentes, com vontade em fazer e perseguir o desejo/sonho de um Mundo melhor, mais justo, mais solidário, mais em contacto com o nosso meio envolvente, mais saudável e mais feliz.

Irá partir agora para o terreno, em ações práticas, refletidas e conscientes, que serão registadas e monitorizadas.

Defendemos um conceito de colaboração, partilha, empreendedorismo individual e coletivo e inovação social.

É esta a nossa vontade… será neste sentido o nosso trabalho. Assim haja capacidade para fazer a Transição! Passos e soluções pequenas e lentas se avizinham e muito trabalho…

Comecemos já pelo que é preciso, depois o que for possível e quem sabe onde se poderá chegar…

Obrigado